Eu estou percorrendo o interior do estado de São Paulo fazendo palestras e treinamentos. Ao todo são 14 dias – intercalados – fazendo palestras sobre Gestão do Tempo e Produtividade nas cidades de Campinas, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Araçatuba.

Durante a minha viagem à Araçatuba, no interior de São Paulo, conheci o trabalho de Pedro Fernandes da Rocha, conhecido como Pedrinho (Pedrinho Lanches). O empresário, hoje com 54 anos, começou a trabalhar aos 10 anos como auxiliar em uma barraquinha na rua que vendia cachorro-quente.

Trabalhou mais de dez anos para outras pessoas até decidir abrir o seu próprio negócio. Hoje é reconhecido na região como o dono da melhor empresa que produz cachorro-quente.

Mesmo com 44 anos de profissão Pedrinho continua à frente do negócio junto com a mulher Nádina e os dois trabalham sozinhos para atender toda a demanda de pedidos (que não é pequena). Ele faz os cachorros-quentes no carrinho montado em frente à garagem de sua casa e ela monta outros tipos de lanches, como os hambúrgueres.

A garagem – que já não se parece mais com uma – se transformou em uma lanchonete com mesas e cadeiras para os clientes aguardarem. O próprio cliente escolhe e pega as bebidas no refrigerador. Todos os detalhes foram pensados para otimizar o tempo e atender melhor.

O carro-chefe da casa é todo composto por ingredientes de fabricação caseira – desde o molho até as batatas chips.

Eu provei o cachorro-quente e posso descrevê-lo como saboroso e inesquecível. O molho de fabricação caseira e o pão formam uma combinação que não encontramos em nenhum outro lugar.

Faltou um detalhe: o atendimento. O empreendedor, sempre simpático e sorridente, atende a todos rapidamente e com muito bom humor.

Pedrinho é um case de sucesso e um exemplo para todos nós de como através de um trabalho duro, muita dedicação, persistência e um sorriso no rosto, é possível vencer.

Anúncios