Se você está começando um novo negócio, abrindo a sua primeira empresa, planejando trabalhar como profissional autônomo ou mudando o ramo de atuação, precisa entender qual é o nicho mais adequado para trabalhar.

O primeiro passo é entender qual é o seu campo de atuação, lendo o meu artigo Nicho de Mercado.

Comece pesquisando as informações que mostrarão o tamanho do mercado que você escolheu, se o seu público tem interesse em comprar o seu produto ou serviço e se pode pagar o preço que você propõe.

Para mapear o seu nicho de mercado, faça as seguintes perguntas:

– O que as pessoas estão procurando sobre o seu nicho?

– Quais são as palavras-chaves mais buscadas no Google Adwords e Trends a respeito do seu nicho?

– Quais são os livros mais procurados sobre a sua área de atuação?

– Quais são os problemas que os seus serviços e produtos conseguem resolver? Como?

– Como você pode agregar valor ao seu produto, fazendo algo produtivo, criativo e rentável?

– Quais são os seus principais concorrentes (diretos e indiretos)?

Para conseguir esses dados use sites, aplicativos e sistemas de busca gratuitos da Internet, como o Google Trends, Google Adwords, informações do seu próprio site (Google Analitics) e as redes sociais (dados da sua Página no Facebook e da Comunidade no LinkedIn, por exemplo).

Você já pesquisou quantas pessoas são possíveis clientes? Utilize ferramentas gratuitas para descobrir as palavras-chaves mais buscadas, tendências e até subnichos potenciais para o seu mercado:

Google Trends

Descubra os temas mais pesquisados e as áreas que estão em crescimento. Além de descobrir o que está em alta, essa eficiente ferramenta permite que você filtre a pesquisa por período, região, categoria e até descubra os tópicos mais lidos relacionados ao assunto.

Se você ainda não sabe qual é o nicho e o subnicho ideal para o seu negócio, use essa ferramenta para comparar tendências entre diferentes temas.

Imagine, por exemplo, que você é um professor de português e está em dúvida se cria um curso online para tirar dúvidas de estudantes referentes ao vestibular ou sobre o Novo Acordo Ortográfico.

Google Keywords Planner

O Google Analitics apresenta gráficos e dados com informações importantes como quantidade de acessos, origem, país, perfil do cliente e uma lista com as páginas mais acessadas de um site, por exemplo.

O programa pode ser instalado gratuitamente nas redes sociais, em blogs, sites e até no Youtube. É um aplicativo muito útil e fácil de ser gerenciado.

Google Autocomplete

O recurso de autocompletar do Google auxilia a quando você começa a digitar uma palavra e ele oferece várias opções de pesquisa. Essas palavras que aparecem são as mais buscadas pelos internautas nas buscas do Google.

Por exemplo, se o seu nicho é sobre esportes, digite “compra de equipamentos esportivos”, “aluguel de equipamentos esportivos”, “venda de equipamentos esportivos”, “loja de equipamentos esportivos” e “equipamentos esportivos”.

Dessa forma você descobre quais são os termos de busca mais populares e pode até encontrar novas tendências e ideias.

Sites das Lojas de Departamentos

Uma maneira interessante de encontrar nichos e subnichos é utilizar as pesquisas dos sites de grandes lojas de departamentos, como Amazon e Walmart e E-Bay.

Navegue pelas sessões disponíveis – de acordo com o nicho que está buscando – e pesquise produtos. Entre na sessão de vendas de livros e pesquise pelos títulos mais vendidos dentro de um tema específico. Avalie os títulos e assuntos abordados nos livros mais vendidos de cada área.

Por exemplo, dentro da sessão de Fotografia, você encontra subsessões como Moda, Arquitetura e Decoração.

Keyword Tool

Pesquise as palavras-chave mais adequadas ao seu nicho. Encontre ideias de novos negócios, áreas diferentes e até os termos de pesquisa mais buscados na Internet.

Analise a sua concorrência, conheça a sua estratégia, descubra os pontos fortes e fracos e encontre oportunidades. O segredo é encontrar um subnicho que fará a diferença ou que oferecerá algum produto ou serviço que ainda não existe.

Para alinhar o seu público, encontre as suas paixões, ou seja, trabalhe com o que você gosta. Busque por temas que poucas pessoas se interessem (que estão em falta, que precisam de serviços e produtos inovadores) ou crie nichos rentáveis sobre assuntos que você não conhece tão bem (mas que gostaria de aprender).

 

Anúncios