Em 1970 o professor Albert Mehrabian, hoje professor emérito de psicologia na Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, realizou um estudo sobre a comunicação.

Nesse estudo ele comprovou que durante uma conversa as palavras têm impacto de apenas 7% nas pessoas. O tom de voz influencia a qualidade do discurso em 38% e a linguagem corporal em 55%. Esse estudo é uma importante referência sobre o assunto.

Ele comprovou que a linguagem não-verbal possui um imenso poder sob a percepção de qualquer pessoa. Isso explica o motivo de gostarmos ou não de uma pessoa antes mesmo de a conhecermos melhor ou sabermos mais sobre ela.

Assim sendo, podemos afirmar que:

  • A linguagem corporal impacta 55% em uma conversa
  • O tom de voz influencia 38%
  • As palavras impactam apenas 7%

A oratória é uma combinação entre um bom conteúdo e a prática, por isso, elaborei algumas dicas que te ajudarão a melhorar o seu discurso.

Confira oito dicas importantes:

1 – Tenha ritmo ao falar

2 – Use o seu entusiasmo

3 – Mantenha um tom de voz baixo e constante

4 – Solte o seu corpo, use as mãos para enfatizar o discurso e olhe para a câmera ou para o público como se estivesse olhando nos olhos das pessoas

5 – Sorria, não cruze os braços e levante os ombros (fique com uma postura ereta)

6 – Pratique até obter o resultado desejado

7 – Transmita confiança

8 – Crie a sua própria marca. Por exemplo: O Faustão criou a expressão “Ô loco, meu” e o Jô Soares se despedia do público no final do programa com a frase “Um beijo do gordo”.

Anúncios