Você já parou para pensar que a marca que deixamos em todos os lugares que já passamos – seja ela boa ou ruim – ficará marcada para sempre na estrada da vida? O importante é você sentir que a sua missão foi cumprida naquele tempo que lhe foi permitido, que você ajudou outras pessoas a se desenvolverem, que adquiriu conhecimentos valiosos, que se desenvolveu como pessoa e como profissional.

O legado que você deixar na empresa que trabalhou, as amizades que fez em sua jornada, o trabalho realizado com carinho, esforço e amor, esses são inesquecíveis.

Agora o seu papel é guardar toda essa experiência passada e olhar para o futuro. É hora de se reinventar, se aperfeiçoar, revisar as metas pessoais e profissionais, verificar o que ficou perdido pelo caminho e resgatar, sair da Zona de Conforto (oportunidade que lhe foi dada quando virou empreendedora) e se preparar para alçar novos vôos – ainda mais altos.

Estar novamente no mercado de trabalho, sair da rotina que estamos acostumados, nos esforçarmos para pensar e agir diferente do que estamos acostumados é a melhor forma de nos tornarmos profissionais melhores e evoluirmos. Muitas vezes, o que parece ser um duro golpe da vida, é na verdade, uma oportunidade de ouro apresentada quando menos esperamos.

 

Me levanto
sob o sacrifício
de um milhão de mulheres que vieram antes
e penso
o que é que eu faço
para tornar essa montanha mais alta
para que as mulheres que vierem depois de mim
possam ver além.

– legado –

Livro Outros Jeitos de Usar a Boca (Milk and Honey) de Rupi Kaur.

Anúncios