Quantas vezes você foi surpreendido por uma experiência diferente que te proporcionou uma nova visão sobre um produto ou serviço? Quantas histórias que fazem parte da sua vida envolvem marcas, lojas, produtos e serviços diversos, que te proporcionaram memórias afetivas inesquecíveis?

Degustar um simples cafezinho, por exemplo, envolve vários detalhes – algo que parece tão simples. Antes de chegar até o cliente, o café passa por vários profissionais e a experiência de cada um agrega no resultado final. Preparar um café exige técnica e precisão. Uma combinação de fatores são fundamentais para criar o sabor ideal. Cada detalhe fará a diferença: o tempo de preparo, a temperatura da água, o volume de café, a pressão aplicada e a mão do barista.

No mundo corporativo também é assim: o trabalho de cada profissional envolvido nos processos resulta no produto ou serviço oferecido. Se a qualidade do grão do café e o método utilizado para coá-lo influenciam diretamente no sabor do produto, será que podemos afirmar que a capacitação e o treinamento contínuo dos funcionários de uma empresa, bem como a forma como uma instituição atende e se comunica com todos os seus stakeholders afeta diretamente no atendimento aos clientes e na imagem da corporação?

Certa vez eu fui tomar um café e a experiência que eu tive não foi uma simples degustação de café mas uma imersão no mundo cafeeiro. Eu fui transportada para dentro da história do café, aprendi técnicas e curiosidades que, eu, uma admiradora da bebida, não conhecia.

Eu fui surpreendida positivamente mas é interessante observar que nem todos os clientes gostam desse tipo de abordagem. Fazer um Marketing de Relacionamento envolve observar o estilo e o perfil de cada cliente, proporcionando experiências personalizadas e entregando sempre mais do que ele espera.

Eu também tive uma outra interessante experiência ao tomar um café em uma padaria no interior de São Paulo. Após deixar a mesa em que estava sentada e agradecer pelo atendimento, avistei na outra bancada balas de coco – doce que adoro. Quando observei a enorme fila, desisti de comprar e me encaminhei para a fila do caixa. Uma das atendentes do balcão percebeu que eu já tinha consumido no estabelecimento – ou seja, já era cliente – e se ofereceu para buscar as balas. Ela foi tão gentil que até marcou o valor à caneta na minha comanda – procedimento fora do padrão no estabelecimento.

O Marketing de Relacionamento exige apenas uma coisa da empresa: o interesse real e sincero de uma pessoa (no caso, o vendedor ou atendente) para criar um vínculo afetivo com as outras pessoas (os clientes). Essa “forma” de agir e enxergar a si mesmo, utilizando-se de bons valores e condutas afetivas está condicionada à personalidade e bagagem pessoal de cada um.

Para implementar o Marketing de Relacionamento na sua empresa, você pode contratar consultores, criar um Plano de Marketing de Relacionamento e até contratar uma empresa especializada para oferecer cursos e treinamentos internos. Mas lembre-se: precisa fazer parte da cultura da empresa e principalmente da visão dos gestores essa forma de satisfazer e encantar os clientes, fidelizando-os e tornando-os verdadeiros Embaixadores da Marca.

O que é marketing?

O marketing é um conjunto de atividades de otimização de lucros através da adequação da produção e da oferta para o público, utilizando mercado, design, campanhas publicitárias, atendimento pós-venda e etc, cujo resultado contribui para atrair clientes, identificar oportunidades, conquistar o mercado, fortalecer a marca e consequentemente vender serviços e produtos.

“Marketing não se trata de convencer as pessoas a comprar coisas que elas não querem ou de que não precisam. Marketing tem a ver com tocar no verdadeiro entusiasmo por produtos e serviços que elas possam achar úteis ou divertidos ou bonitos. Marketing tem a ver com espalhar amor”, escreveu Jonah Berger no livro Contágio.

Já dizia Leonardo Da Vinci que “a simplicidade é o último grau de sofisticação”. As experiências mais marcantes são aquelas que geram sentimentos, que mexem com as emoções e com os sentidos, seja trazendo lembranças de bons momentos que já tivemos, criando vínculos pessoais ou proporcionando vivências nunca antes experimentadas.

 

Anúncios